Click na Viagem

Explorando Malta em três meses!

Malta é um dos menores países da Europa e a maior ilha do arquipélago localizado no mar mediterrâneo, aproximadamente 90 km ao sul da Sicília. Três ilhas do arquipélago maltês são habitadas, Malta, Gozo e Comino, sendo a última a menor delas. As belezas naturais são o diferencial do destino e cada ponto turístico possui características únicas, que atraem turistas do mundo todo.

Além de conhecida como um destino turístico, Malta também vem sendo procurada por estudantes de inglês do mundo todo. Quando estava planejando sair do Brasil para estudar inglês, no primeiro momento não havia incluído Malta na minha lista de destinos, mas após alguns meses de pesquisa percebi que a ilha oferece uma boa estrutura educacional aos intercambistas e que o custo de vida não é tão alto quando se está disposto a abrir mão de algumas comodidades. Durante todo o período que estive na ilha fiz um curso de conversação na International House, escola com bom custo-benefício e qualidade no serviço prestado.

Na busca por alternativas para reduzir despesas, também encontrei o Worldpackers, um site brasileiro que divulga oportunidades do mundo todo para que voluntários ofereçam seu trabalho em troca de benefícios. Consegui um trabalho voluntário no PV Hostel e não pagava pela acomodação em quarto compartilhado. Isso pesou muito na escolha do destino, pois despesas com hospedagem consomem grande parte do orçamento de um viajante, o que sem dúvida fez diferença no final. O trabalho também me proporcionou um grande aprendizado, pois na maior parte do tempo atuei na recepção do hostel e tive a oportunidade de aprender sobre a administração da empresa, bem como conhecer pessoas do mundo todo e praticar inglês.

Em relação a alimentação, optei por preparar as refeições no hostel. A cozinha está disponível para hóspedes e voluntários e oferece uma boa estrutura. Esta alternativa fez com que eu tivesse um cardápio mais saudável e reduzisse os gastos. Os mercados oferecem uma variedade de produtos do mundo inteiro, inclusive do Brasil, e um brasileiro certamente não ficará sem o tradicional feijão com arroz. Para quem não gosta de cozinhar, mas mesmo assim ainda quer economizar, é possível encontrar comida pronta e barata nas famosas Pastizzerias maltesas, que podem ser encontradas em toda a ilha. Estão presentes no cardápio maltês: frutos do mar, pães, coelho, pastizzi e kannoli.

Quanto ao turismo, Malta oferece história, cultura, gastronomia, diversão, natureza, esporte, educação, jogos, compras, enfim, tudo que é necessário para atrair pessoas de diferentes estilos e classes sociais.

Cidade de Valletta na Ilha Malta

Valletta, capital de Malta

Cidade de Marsaxlokk na Ilha de Malta

Tradicional mercado aberto que acontece todos os domingos em Marsaxlokk

Do início de maio até metade de junho a temperatura estava agradável para a prática de trekking. Conheci lugares incríveis e visitei os principais pontos turísticos neste período. Informações sobre trilhas em Malta estão disponíveis neste link. A partir da segunda quinzena de junho, a temperatura da água estava convidativa para o mergulho livre (snorkeling). Não encontrei uma grande diversidade de peixes nos locais em que fiz snorkel, mas as belas formações geológicas submersas são imperdíveis. Na maior parte das praias não há areia, somente rochas, mas isso não é um problema para quem estiver preparado. Aliás, minha dica em relação aos itens que não podem faltar numa viagem a Malta, e que não me arrependo de ter levado ou adquirido lá, são: bota para trilha, sapatilha para água, snorkel, toalha e camiseta com proteção solar.

Saiba mais sobre os atrativos naturais da ilha lendo o artigo Malta e suas belezas naturais.

Mistra Bay, Ilha de Malta

Vista de Mistra Bay durante trilha

Comino, arquipélago de Malta

Mergulho livre na Ilha de Comino

Para ir até Malta a opção mais econômica é via aérea, chegando ao único aeroporto do país, localizado na cidade de Luqa, mas também é possível pegar um ferry boat na Itália ou Tunisia. Para se locomover na ilha é possível utilizar o transporte público, que em minha opinião é relativamente bom e barato, aluguel de bike, scooter ou carro, taxi ou van. Durante o verão fica mais complicado se locomover utilizando ônibus, mas com certa organização é possível curtir os passeios. Para mais informações sobre o transporte público em Malta e Gozo clique aqui.

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de dar uma sugestão? Deixe seu comentário! 😉

Siga Aline Antunes e Click na Viagem no Instagram e acompanhe tudo em tempo real!

Precisando de ajuda para fazer sua mala? Conheça nosso Checklist Organização de Mala, disponível para download gratuito, e o nosso serviço de Organização de Mala Online.

28 comentários sobre “Explorando Malta em três meses!

  1. Valéria Moreira

    Estou adorando ler seus posts. Bem detalhado, informativo, o que é interessante para as pessoas que buscam informações de Malta na ótica de brasileiros que lá estiveram, principalmente para estudar inglês. Parabéns!

  2. Laisla

    AMAZING teus posts sobre Malta.
    Tenho viagem marcada para a ilha no próximo ano, e já colhi algumas dicas do teu post para colocar no meu roteiro de lugares a serem conhecidos.
    I liked you experience.
    XOXO

  3. Eliane F. Guerreiro

    Parabéns Aline….Bem completo seu post!!! Para todos interessados a descobrir esta ilha linda….quem sabe vamos um dia!! Beijos…

  4. Patrícia Passos

    Aline!
    Adorei ler sobre sua experiência!
    A leitura do texto, ainda sem ver as imagens, já desperta o desejo de conhecer o lugar!
    Incrível!
    Obrigada por compartilhar conosco estes momentos!
    Parabéns!

  5. Lilian Michalak

    Adorei, excelentes dicas da viagem, e seu texto e suas fotos despertam vontade de conhecer o lugar.
    Ficou ótimo, parabéns amiga. Saudades de ti!

    1. clicknav Autor da Postagem

      Obrigada Julia!!
      É muito bom receber o feedback de pessoas como você, que estiveram comigo enquanto o site era só um plano e que me ajudaram com ótimas ideias (uma tarde pensando no domínio, rsrs)! Nos vemos por aí!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *