Click na Viagem

8 pontos turísticos imperdíveis em Belo Horizonte

Belo Horizonte é uma capital com jeitinho de interior, de grande relevância no cenário político, econômico e cultural do Brasil. Andar pelas ruas da cidade é como ter uma aula a céu aberto ilustrada com monumentos que homenageiam grandes nomes da história de Minas Gerais e construções de estilos arquitetônicos variados que marcam a fundação da capital mineira, em 1897.

As obras de Oscar Niemeyer são um atrativo a parte em Belo Horizonte. São 14 construções ao todo, algumas delas integrando o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, primeiro grande projeto do arquiteto, realizado a convite do político Juscelino Kubitschek, ex-presidente brasileiro e prefeito de BH entre 1940 e 1945.

A capital mineira, que também leva o título de capital nacional dos botecos, é o 6° município mais populoso do país, com cerca de 2,5 milhões de habitantes e foi uma das primeiras cidades projetadas do Brasil, por isso muitas de suas ruas na área central levam o nome de outras cidades brasileiras.

Durante os meses que passei na cidade realizando Work Exchange pela plataforma Worldpackers visitei alguns pontos turísticos e neste relato trago 8 deles, os quais considero imperdíveis:

Praça da Liberdade

Complexo paisagístico e arquitetônico localizado nas proximidades do Bairro Savassi, área central de BH, e muito visitado por moradores e turistas que desejam ficar em contato com a natureza, relaxar, ler e reunir-se com a família e amigos.

Foto que mostra a fonte luminosa principal da Praça da Liberdade
Fonte luminosa e ao fundo o coreto da Praça da Liberdade

A praça foi construída em 1903 e desde 2010 faz parte do Circuito Liberdade juntamente com museus, centros de cultura e de formação. Conta com uma grande área verde, fontes luminosas, jardins, coreto, e as belas palmeiras imperiais que deixam a cenário ainda mais lindo.

Foto das palmeiras imperiais da Praça da Liberdade em BH
As belas palmeiras imperiais da Praça da Liberdade

Parque da Serra do Curral

Inaugurado em 2012, o parque está localizado no Bairro Mangabeiras nas proximidades da Praça do Papa e do Parque e Mirante do Mangabeiras, abrangendo uma área de 400 mil metros quadrados.

Um dos mirantes do Parque da Serra do Curral com vista de Belo Horizonte
Segundo mirante do Parque da Serra do Curral

A Serra do Curral serviu de referência no período de colonização de Minas Gerais e atualmente é considerada um símbolo do município. Sua altitude pode chegar a 1.380 metros em alguns pontos e o local oferece trilhas, áreas para descanso e mirantes para contemplação das montanhas que cercam a região com vista para as cidades de Belo Horizonte e Nova Lima.

Estrada de terra dentro do Parque da Serra do Curral que leva até os mirantes
Estrada que leva aos mirantes do Parque da Serra do Curral
Foto que mostra o acesso ao primeiro mirante do Parque da Serra do Curral
Acesso ao primeiro mirante do Parque da Serra do Curral

Não há cobrança de ingresso para visitação ao parque que está aberto de terça a domingo das 8hs às 16hs. Para acesso ao local é necessário apresentação de documento de identidade com foto e comprovante da vacina contra a febre amarela aplicada há mais de 10 dias antes da visita.

Foto das montanhas que são avistadas ao chegar no mirante mais alto do Parque da Serra do Curral
Montanhas que podem ser vistas do terceiro mirante do Parque da Serra do Curral

Parque Ecológico da Pampulha

Originalmente chamado de Parque Ecológico Promotor Francisco Lins do Rego, foi inaugurado em 2004 e compreende uma área verde de 30 hectares. O local é muito visitado por moradores e turistas de passagem por BH e sua localização é privilegiada, nas proximidades da Lagoa da Pampulha.

Foto da lagoa que fica dentro do Parque Ecológico da Pampulha
Lagoa do Parque da Pampulha

A entrada ao parque é franca e o funcionamento de terça-feira a domingo das 08:30 às 18:00hs, sendo o acesso permitido até uma hora antes de seu fechamento.

Foto que mostra a calçada para caminhada no bosque do Parque Ecológico da Pampulha
Estrutura para caminhada em meio ao bosque do parque

Atividades sugeridas: caminhada ecológica, corrida, passeio de bicicleta, leitura, meditação, uso de playground, prática de slackline, pipa, piquenique e descanso.

Lagoa da Pampulha

É um dos principais cartões postais de BH e sua orla, com 18 quilômetros de extensão, oferece aos moradores e turistas uma ótima estrutura para a prática de exercícios físicos, piquenique, descanso e contemplação da natureza, especialmente do belo pôr do sol.

Parte da Lagoa da Pampulha
Lagoa da Pampulha
Foto que mostra o pôr do sol na Lagoa da Pampulha
Entardecer na Lagoa da Pampulha

Obras de Oscar Niemeyer também estão entre as atrações da orla da lagoa, como a Igreja de São Francisco de Assis, a Casa Kubitscheck, a Casa do Baile, o Museu de Arte Moderna e o Iate Clube. Além delas, alguns mirantes, o Ginásio Mineirinho, o Estádio Mineirão, que abriga o Museu Brasileiro do Futebol, o Parque Ecológico da Pampulha e o Parque Guanabara fazem parte da lista de atrativos.

Foto mostra a Lagoa da Pampulha e ao fundo o Estádio Mineirão e Igreja de São Francisco de Assis
Estádio Mineirão e Igreja de São Francisco de Assis na orla da Lagoa da Pampulha

Cada um dos atrativos citados possui horários específicos para visitação, alguns deles com cobrança de ingresso, por isso recomenda-se verificar todas as informações no site de cada um deles antes da visitação.

Mercado Central

No dia 7 de setembro de 2019 o Mercado Central de Belo Horizonte completou 90 anos. Motivo de orgulho para os belo-horizontinos, o mercado nasceu para centralizar a comercialização de produtos para o abastecimento dos 47.000 habitantes da época. São 9 décadas reunindo a cultura mineira no coração da capital e tornando-se, ano após ano, uma referência no turismo local.

Foto mostra produtos que são vendidos no Mercado Central de Belo Horizonte
Alguns dos produtos que são comercializados no Mercado Central de Belo Horizonte

O mercado conta com mais de 400 lojas que oferecem delícias da culinária mineira, ervas, condimentos, frutas, utilidades domésticas, itens para presente, bebidas, artesanato, artigos religiosos, além de alguns bares e restaurantes. O local abre de segunda a sábado, das 7 às 18hs e aos domingos e feriados das 7 às 13hs. Mais informações no site do Mercado Central.

Mirante do Mangabeiras

Está localizado em uma região de BH que conta com outros atrativos bastante visitados como o Parque da Serra do Curral, a Praça do Papa e a Rua do Amendoim. Dos dois decks de madeira construídos no local, com cerca de 125m² cada, é possível ter uma vista privilegiada da cidade e do Parque das Mangabeiras e ao final do dia contemplar o belo pôr do sol.

Vista do vale e montanhas que cercam o Mirante do Mangabeiras
Vale e montanhas que são avistados do Mirante do Mangabeiras
Foto que mostra o entardecer do alto do Mirante do Mangabeiras
Pôr do sol visto dos decks do Mirante do Mangabeiras

Além disso a estrutura conta com uma linda área verde com local para descanso, acessibilidade, sanitários, ponto de venda de bebidas e lanches e uma tirolesa com 800 metros que vai até a Praça de Esportes do Parque das Mangabeiras.

Foto que mostra pessoas passeando pelo Mirante do Mangabeiras
Local para descanso e ao fundo um dos decks do Mirante do Mangabeiras

O horário de funcionamento do mirante é de terça a domingo das 9 às 19:30hs e a entrada é franca. Os ingressos para a tirolesa podem ser adquiridos online através do site do atrativo ou diretamente no local.

Memorial Minas Gerais Vale

Um museu que resgata as ricas memórias do estado de Minas Gerais e está localizado ao lado da Praça da Liberdade, na região central da cidade, fazendo parte do Circuito Liberdade que é formado por outros espaços de grande importância na cidade como o Palácio da Liberdade, a Casa do Patrimônio Cultural, Museu Mineiro e a Academia Mineira de Letras.

Foto que mostra o salão central do Memorial Minas Gerais Vale em Belo Horizonte
Salão central do Memorial Minas Gerais Vale
Ambiente "O Povo Mineiro" no Memorial Minas Gerais Vale
Sala “O Povo Mineiro” no segundo piso do memorial

O museu é mantido pela Vale e foi inaugurado em 2010 no antigo prédio da Secretaria do Estado da Fazenda de Minas Gerais. O local conta com 31 salas espalhadas pelos três pavimentos do prédio, cada uma delas reproduzindo cenários e expondo objetos que levam o visitante a conhecer detalhes culturais e históricos de grande estima para o povo mineiro.

Ambiente "A Fazenda Mineira" no Memorial Minas Gerais Vale
Sala “A Fazenda Mineira” no segundo piso do memorial
Ambiente "Vilas Mineiras" no Memorial Minas Gerais Vale
Sala “Vilas Mineiras” no segundo piso do memorial

A visitação pode ser feita de terça-feira a sábado das 10:00 às 17:30hs, quinta-feira das 10:00 às 21:30hs e domingo das 10:00 às 15:30hs. A entrada é franca. Todas as informações podem ser obtidas no site do Museu.

Praça Governador Israel Pinheiro (Praça do Papa)

Está localizada no Bairro das Mangabeiras em um dos pontos mais altos da cidade, a 1.100 metros de altitude. Um lugar aos pés da Serra do Curral com uma linda vista da cidade e que proporciona aos visitantes momentos muito agradáveis, seja num bate-papo com amigos e familiares, passeio com o bichinho de estimação, piquenique e brincadeiras com as crianças e até mesmo para relaxar e ler um bom livro.

Foto da Praça do Papa feita do alto da Serra do Curral
Praça do Papa fotografada do alto da Serra do Curral

O nome original da praça homenageia um ex-governador do estado, mas desde a visita do Papa João Paulo II à cidade, em 1980, passou a ser chamada de Praça do Papa. Durante a visita do pontífice a praça foi escolhida para a celebração que reuniu cerca de 2 milhões de pessoas. Poucos anos depois, em 1983, foi inaugurado na parte mais alta da praça o Monumento da Paz, composto por uma escultura de 24 metros de altura que representa a fé em Deus. O local é aberto ao público e especialmente aos finais de semana recebe muitos moradores e turista.

Parques, montanhas, museus, comidinhas deliciosas e o “jeitin” mineiro de falar com expressões que a gaúcha aqui levou um tempo para entender, por estes e outros motivos recomendo Belo Horizonte, uma cidade em constante movimento que atende todos os tipos de viajantes.

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de dar uma sugestão? Deixe seu comentário! 😉

Siga Aline Antunes e Click na Viagem no Instagram e acompanhe tudo em tempo real! 

Precisando de ajuda para fazer sua mala? Conheça nosso Checklist Organização de Mala, disponível para download gratuito, e o nosso serviço de Organização de Mala Online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *