Chapada dos Veadeiros: história, misticismo e dicas

A Chapada dos Veadeiros está localizada na região nordeste do estado de Goiás. Lugar místico e repleto de belezas naturais que se tornou um dos principais destinos para aqueles que desejam recarregar as energias. 

Os primeiros habitantes da região foram indígenas e escravos em situação de fuga, que estabeleceram suas comunidades de forma independente em locais mais isolados, fortalecendo e preservando suas tradições até a atualidade. 

Anos mais tarde, no início do século XX, a mineração de cristal incentivou a vinda de garimpeiros de outros estados brasileiros. Atividade que perdeu força com a criação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em 1961, abrindo espaço para o Ecoturismo como ferramenta de desenvolvimento da consciência ambiental.  

O PNCV foi declarado pela UNESCO Patrimônio Natural da Humanidade em 2001 e, atualmente, compreende uma área de 240 mil hectares. As cidades que integram o parque são Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma, São João d’Aliança, Colinas do Sul, Monte Alegre de Goiás e Campos Belos. 

A maior placa de quartzo do planeta encontra-se no subsolo da Chapada dos Veadeiros, a qual pode ser vista através de imagens de satélite. Desse modo, a região é conhecida como um dos pontos mais luminosos da terra. Além disso, esse cristal tem potencial para promover limpeza energética, atraindo boas vibrações. 

Outro fato interessante é que o Paralelo 14, uma linha imaginária que atravessa a cidade sagrada de Machu Picchu, no Peru, também passa pela Chapada dos Veadeiros. Esse é o principal motivador do movimento esotérico que ocorre desde a década de 70 na região. 

Alto Paraíso de Goiás é considerada a capital da Chapada dos Veadeiros e fica a 230 km de Brasília/DF, aonde está localizado o aeroporto mais próximo. A cidade, com cerca de 8.000 habitantes, é referência para receber os apaixonados pelo Ecoturismo. Ela oferece estrutura hoteleira e de comércio em geral, além de acolher alguns dos atrativos mais visitados. 

Mulher apreciando a vista dos Saltos do Rio Preto no Mirante da Janela, Chapada dos Veadeiros
Mirante da Janela, localizado na Vila São Jorge em Alto Paraíso de Goiás, um dos cartões postais da Chapada dos Veadeiros

Atrações naturais na Chapada dos Veadeiros 

As encantadoras paisagens da Chapada dos Veadeiros são formadas por cachoeiras e piscinas naturais de águas cristalinas, montanhas e vales verdejantes, formações rochosas com milhões de anos e pela savana de maior biodiversidade do mundo.

Percorrendo trilhas pelo cerrado, é impossível não se impressionar com tanta “vida” encontrada pelo caminho, mesmo nos períodos em que a poeira toma conta do cenário, devido à falta de chuva. 

São cerca de 2.000 cachoeiras catalogadas na região e mais de 50 atrações abertas ao público, sendo que cada uma delas oferece uma experiência ímpar aos visitantes.   

Cachoeira Anjos e Arcanjos – Alto Paraíso de Goiás/GO

Principal atração turística do povoado do Moinho, local que guarda muitas histórias da comunidade quilombola – descendentes de escravos e de índios do tronco Macro-Jê – e de seus grandes nomes, como da raizeira e parteira Dona Flor do Moinho.

Partindo da região central da cidade, são cerca de 13 km até o Parque Solarion, sendo 11 de estrada de terra. Não é necessário veículo 4×4 para percorrer o trajeto.

São as águas do Rio Preto, afluente do São Bartolomeu, que dão vida às cachoeiras, por isso a tonalidade da água é mais escura.

O acesso às quedas e piscinas naturais é feito por trilha, sendo 1,2 km de extensão até a cachoeira Anjos e 1,5 até a cachoeira Arcanjos. Apenas nos últimos metros que levam até a segunda cachoeira a caminhada fica um pouco mais difícil, considerando um trecho íngreme e pedregoso, mas que oferece corrimão com cordas para facilitar a descida/subida.

Além disso, antes de chegar à bilheteria encontra-se a Cachoeira ou Poço das Virtudes, uma linda piscina natural muito boa para banho.

O horário de visitação ao atrativo é das 08:00hs às 17:00hs. A duração média do passeio é de 3 horas e o valor do ingresso custa R$25,00 (agosto/21). 

Cachoeira do Label – São João d’Aliança/GO

A maior queda d’água do estado de Goiás tem 187 metros de altura e fica numa pequena cidade que guarda cenários naturais encantadores.

Em frente à cachoeira uma grande área cheia de pedras serve de “arquibancada” para contemplá-la e os paredões que a cercam deixam o local ainda mais impressionante.

São 1,8 km de caminhada autoguiada da bilheteria até a queda. A trilha é de nível médio, mas nos últimos metros a dificuldade aumenta, já que é necessário andar sobre pedras cruzando o rio com o auxílio de cordas.

Durante o trajeto há acesso para 5 piscinas naturais recomendadas para curtir a água por mais tempo, já que no poço da cachoeira a água é mais fria e em algumas épocas do ano não há incidência de sol.

Da rodovia GO-118, em São João d’Aliança, até o estacionamento da cachoeira são 26 km de estrada de terra e há placas indicando a direção. Não é necessário veículo 4×4 para percorrer o trajeto.

O horário de entrada para visitação ao atrativo é das 07:00hs às 15:00hs. A duração média do passeio é de 3 horas e o valor do ingresso custa R$50,00 (junho/21).

Vale da Lua – Alto Paraíso de Goiás/GO

O aspecto lunar que deu origem ao nome do local vem de um processo de transformação que ocorre há milhões de anos no ponto de encontro entre dois grupos geológicos: Paranoá e Traíras.

As crateras, popularmente conhecidas como marmitas e panelas, são resultado de uma ação natural, onde o fluxo de água com fragmentos de rocha realiza movimentos circulares nos espaços formados pela erosão, desgastando as paredes e ampliando a cavidade.

Trata-se de uma obra de arte natural, com cerca de 400 metros, de fácil acesso e um dos atrativos mais visitados da Chapada dos Veadeiros.

Partindo da Vila São Jorge, são cerca de 9 km de asfalto e mais 4 km de estrada de terra até o estacionamento do atrativo. A trilha da bilheteria até o vale é de nível fácil e tem 600 metros de extensão.

Entre as crateras, corre água cristalina do Rio São Miguel que forma quedas d’água e piscinas naturais.

Dentre os pontos mais fotografados estão as formações útero e cabeça do ET, além da hidromassagem.

O horário de visitação ao atrativo é das 08:00hs às 17:00hs. A duração média do passeio é de 2 horas e o valor do ingresso custa R$30,00 (junho/21). 

Cachoeira do Segredo – Alto Paraíso de Goiás/GO

Com 130 metros de altura e cercada por belos paredões rochosos, essa é uma das quedas d’água mais encantadoras e, por isso, umas das mais procuradas por aqueles que visitam a região.

A cachoeira fica em uma área com grande concentração de animais silvestres. No decorrer da trilha podem ser avistados alguns corredores utilizados por eles para se deslocar durante a noite e até mesmo pegadas. Além disso, o local também é recomendado para os apaixonados por observação de aves.

Partindo da Vila São Jorge, são cerca de 11 km de asfalto e mais 6 km de estrada de terra até o estacionamento do atrativo. Há uma placa na margem da rodovia GO-239 indicando a entrada.

No trajeto de terra há 3 passagens por dentro do rio onde é possível atravessar com carro de passeio na época de seca. No período chuvoso é preciso ter mais atenção e o recomendado é contratar um guia de turismo, o qual irá indicar a maneira mais segura para acessar o local.

A trilha que leva até a cachoeira é de nível fácil e tem cerca de 7 km de extensão (ida e volta). Durante a caminhada há mais algumas passagens pelo rio, por pontes pênseis ou pedras, e alguns pontos da trilha contam com decks, local para descanso e piscinas naturais de águas cristalinas que não são frias como as da queda.

Aliás, essa é uma cachoeira sem incidência de sol, por isso há risco de hipotermia. Nesse caso é recomendado levar toalha e roupas secas para serem utilizadas assim que sair da água.

O horário de entrada no atrativo é das 08:00hs às 13:00hs e a permanência na cachoeira no máximo até as 15:30hs. A duração média do passeio é de 4 horas e o valor do ingresso custa R$50,00 (junho/21). 

Mirante da Janela – Alto Paraíso de Goiás/GO

Um dos cartões postais da Chapada dos Veadeiros, onde a beleza das paisagens naturais é um convite à contemplação.

Além disso, o local também acolhe um grande projeto idealizado pelo proprietário João Fernandes, onde foram construídas grandes estruturas, como passarelas e mirantes, com madeira reaproveitada, que tornaram possível o acesso e a apreciação panorâmica do cenário de vários ângulos.

Partindo da Vila São Jorge, são cerca de 4 km de estrada de terra até o estacionamento do atrativo. Há placas indicando a direção.

A vista mais fotografada é a dos Saltos do Rio Preto, que ficam dentro do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, através de uma janela de pedra, a qual deu nome ao atrativo.

A trilha que leva até os mirantes é de nível médio e tem cerca de 7 km de extensão (ida e volta). No período de chuvas uma queda d’água se forma em um dos pontos da trilha, a Cachoeira do Abismo, onde é liberado o acesso para banho.
 
Durante o percurso, evidências de antigas escavações provenientes da mineração e formações rochosas de quartzito podem ser avistadas, bem como pequenos pedaços de cristais. Importante lembrar que as pedras ou plantas devem ser apenas observadas, sem retirá-las do local.

A visita autoguiada pode ser feita diariamente das 7:00hs às 14:00hs. Para assistir ao nascer ou pôr do sol é obrigatório o acompanhamento de um guia de turismo, considerando que a trilha é percorrida no período da noite. A duração média do passeio é de 5 horas e o valor do ingresso custa R$30,00 (junho/21). 

Cachoeira do Bonito – São João d’Aliança/GO

Refúgio para contemplação, com um banho de cachoeira para recarregar as energias!

O acesso a fazenda fica às margens da BR-010, na saída da cidade. Ao entrar na estrada de terra, são menos de 7 km até a recepção do atrativo, que conta com estacionamento e banheiros.

A trilha, bem demarcada e de nível fácil, tem apenas 900 metros de extensão e ao final dela fica a queda d’água com cerca de 4 metros de altura, cercada por belos paredões rochosos e uma piscina natural com águas transparentes.

Durante o trajeto, alguns balanços instalados pela propriedade em pontos estratégicos rendem bons registros com as lindas paisagens do cerrado ao fundo.

Assim como nos demais atrativos da Chapada dos Veadeiros, não é permitido churrasco, som alto e consumo de bebida alcóolica no local.

O horário de visitação ao atrativo é das 08:00hs às 16:30hs. A duração média do passeio é de 2 horas e o valor do ingresso custa R$20,00 (junho/21). 

Santuário Volta da Serra – Alto Paraíso de Goiás/GO

Espaço onde a fauna e a flora do cerrado encontram proteção. Um lugar para relaxar, contemplar e banhar-se nas águas cristalinas da Chapada dos Veadeiros.

O acesso ao santuário fica no Km 27 da rodovia GO-239. Deste ponto até a recepção são mais 3 km de estrada de terra que podem ser percorridos em veículo de passeio. Há estacionamento no local, cerca de 1,5 km depois da recepção, próximo do início da trilha.

As trilhas são bem demarcadas e não é obrigatório presença de guia de turismo. São 4 km de caminhada até a última queda d’água, a Cachoeira do Cordovil, sendo que somente nos últimos 300 metros o grau de dificuldade aumenta. Também é permitido fazer quase todo o percurso de bicicleta.

O Poço das Esmeraldas é a atração mais procurada pelos visitantes do Santuário. Uma grande piscina natural de águas transparentes com acesso através de uma fenda entre duas formações rochosas.

A Cachoeira do Cordovil impressiona pela cor da água e beleza da queda de 44 metros de altura. Já as cachoeiras do Encontro e Rodeador são quedas menores e bons locais para descansar e fazer um lanche.

As paisagens durante a trajeto são incríveis e vale a pena percorrer todas as trilhas, pois a beleza de cada um dos pontos de parada é única.

Na recepção são comercializados mel, própolis e café produzidos pela própria fazenda, além de bebidas, castanha baru e banana passa.

O horário de entrada no atrativo é das 08:00hs às 13:00hs e a saída do estacionamento até as 17:00hs. A duração média do passeio é de 5 horas e o valor do ingresso custa R$40,00 (junho/21). 

Fazenda São Bento – Alto Paraíso de Goiás/GO

Hospedagem, restaurante, trilhas ecológicas, tirolesa, piscinas naturais e três quedas d’água, sendo uma delas a cachoeira Almécegas I, considerada uma das mais belas da região.

A fazenda está localizada no Km 8 da rodovia GO-239, a cerca de 9 km do centro da cidade. A visitação às cachoeiras é autoguiada e pode ser feita diariamente.

A maior parte do caminho que leva até às cachoeiras Almécegas I e II, cerca de 5 km, pode ser feito em veículo de passeio. Há estacionamentos no início de cada trilha.

A trilha que segue até Almécegas I tem 800 metros de extensão e passa por um mirante de onde é possível contemplar a bela cachoeira com paredões de quartzito de 50 metros de altura. Voltando até o estacionamento desta queda, são mais 1,8 km de carro até o início da trilha da Almécegas II, a qual tem nível fácil e 300 metros extensão.

Já para acessar a cachoeira São Bento o veículo deve ser deixado no estacionamento da portaria. A trilha até esta queda tem 300 metros de extensão e passa por um lago com área para descanso.

O horário de visitação ao atrativo é das 08:30hs às 17:00hs. A duração média do passeio é de 5 horas e o valor do ingresso custa R$70,00 (junho/21).

Complexo Loquinhas – Alto Paraíso de Goiás/GO

Localizada a 4 km do centro da cidade, o complexo conta com 19 piscinas naturais, proporcionando conexão com a natureza exuberante da região.

O acesso a fazenda se dá por estrada de terra, através da Rua do Segredo, que pode ser percorrida com veículo de passeio. Para os mais aventureiros, o trajeto também pode ser feito a pé em cerca de uma hora de caminhada.

O atrativo conta com três trilhas com passarelas de madeira elevadas, que ajuda a proteger a flora local. O acesso aos poços é facilitado por escadarias e os mais visitados contam também com decks e bancos para descanso.

Cada um dos poços apresenta características únicas, seja pelos paredões rochosos, quedas d’água ou grutas e cavernas, mas uma coisa é comum em todos: as águas cristalinas.

É possível conhecer toda a estrutura em 4 horas, mas para aqueles que desejam permanecer mais tempo no local, o complexo está aberto diariamente das 8:30hs às 17:00hs. O valor do ingresso custa R$40,00 (junho/21).

Confira as trilhas do Complexo Loquinhas:
 
1. Trilha Loquinhas: Poço da Jacutinga, Poço dos Macaquinhos, Poço Veredas, Poço Curupira, Poço dos Curumins, Poço da Siriema, Poço da Vovó, Poço do Xamã, Poço do Pajé e Poço do Sol.

2. Trilha Violeta: Poço do Saci, Poço Caramuru, Poço Paraguassú, Poço do Lobo Guará e Cachoeira das Esmeraldas.

3. Trilha Rubí: Poço Índia Bartira, Poço Tranquilitas, Poço da Estrela e Poço da Estrelinha.

Cachoeira Simão Correia – Alto Paraíso de Goiás/GO

Uma trilha fascinante que leva até uma das mais belas quedas d’água da Chapada dos Veadeiros.

A cachoeira Simão Correia tem 115 metros de altura e está localizada a cerca de 35 km do centro da cidade, no sentido Pé da Serra.

O acesso se dá pela rodovia GO-239 e a maior parte da estrada é de terra, mas pode ser percorrida com veículo de passeio, no período de seca. Durante o trajeto, algumas placas indicando a distância até a cachoeira servem de referência.

A fazenda conta com boa estrutura e oferece atendimento acolhedor. Dispõe de estacionamento na sombra, banheiros e serve, mediante reserva, um saboroso almoço caseiro, preparado pela Dona Genezi.

A trilha até a cachoeira é autoguiada e tem cerca de 14 km de extensão (ida e volta). Em alguns trechos – passagens pelo rio, troncos ou sobre pedras, subidas ou descidas – o grau de dificuldade aumenta, por isso é recomendado ter mais cuidado, além de usar calçados apropriados para esse tipo de trilha. Para as pessoas com pouca experiência em trilhas, aconselha-se a contratação de um guia de turismo.

A cachoeira tem queda livre e está cercada por paredões rochosos. Suas águas “dançam” com a toque do vento e em boa parte da manhã os raios do sol atingem a grande piscina natural à sua frente, o que deixa a água esverdeada e o cenário fica ainda mais incrível.

Há quedas d’água menores e piscinas naturais no decorrer da trilha. Um convite para amenizar a sensação de calor da caminhada ou para fazer uma pausa contemplativa.

No período de chuvas é importante informar-se antes sobre o funcionamento da atrativo. Já na seca, o indicado é iniciar a trilha bem cedo e no retorno fazer paradas para banho nas demais quedas e poços.

O horário de entrada no atrativo é das 07:00hs às 12:00hs. A duração média do passeio é de 5 horas e o valor do ingresso custa R$40,00. O valor do almoço é R$45,00. Valores de setembro/21.

Cachoeira Caminho da Lua – Alto Paraíso de Goiás/GO

O mais novo atrativo do Santuário Volta da Serra tem acesso pela mesma estrada de terra que leva até um dos locais mais famosos da Chapada dos Veadeiros, o Vale da Lua, e fica a cerca de 32 km do centro da cidade.

Da rodovia GO-239 são 1,5 km até a entrada e mais 300 metros até o estacionamento / recepção. Deste ponto, apenas 200 metros separam os visitantes das belas quedas d’água, que logo no início da descida já podem ser avistadas.

A caminhada curta conta ainda com escadarias, corrimões, ponte pênsil e um mirante que garante uma pausa para contemplação da paisagem encantadora, considerando que as duas cachoeiras de águas cristalinas do Ribeirão São Miguel são sequenciadas e ficam em um pequeno vale cercado pela verde da mata nativa.

O passeio continua com um banho restaurador ao som do canto dos pássaros que habitam o santuário.

Na recepção são comercializados mel, própolis e café, produzidos pela própria fazenda, além de bebidas, castanha baru e banana passa.

O atrativo recebe visitantes diariamente das 8:00 às 17hs. A duração média do passeio é de 2 horas e o valor do ingresso custa R$30,00 (setembro/21).

Complexo Morada do Sol – Alto Paraíso de Goiás/GO

Um lugar para relaxar, contemplar a natureza e saborear uma comidinha caseira.

O acesso à propriedade fica às margens da rodovia GO-239, no sentido Colinas do Sul/GO, cerca de 3,5 km depois da Vila São Jorge.

O local conta com 4 atrações no rio São Miguel – o mesmo que banha o Vale da Lua – e as trilhas que levam a cada uma delas são curtas, considerando que boa parte do trajeto pode ser percorrido de veículo.

O Banho das Crianças é o primeiro ponto de parada e fica a 1,8 km da recepção. A trilha até o rio tem 150 metros e, como o próprio nome diz, o local é indicado para famílias com crianças, já que conta com diversas piscinas naturais rasas e bastante espaço para descanso.

O estacionamento das demais atrações está localizado 200 metros depois da bifurcação que dá acesso ao Banho das Crianças.

A trilha até a Cachoeira Morada do Sol tem 900 metros e no caminho há outras placas indicando a direção para o Vale das Andorinhas e Barra das Douradas com, respectivamente, 300 e 600 metros de extensão.

A Cachoeira Morada do Sol é cercada por paredões rochosos e outras belas quedas d’água, mas o acesso é permitido somente às piscinas naturais, que são belíssimas, considerando os riscos que o banho nas quedas oferece. Algumas piscinas têm o formato circular, bem aparente na época de seca.

No Vale das Andorinhas, mais quedas d’água e cânions enormes que formam uma paisagem impressionante e digna de contemplação.

Já a Barra das Douradas é um convite para simplesmente nadar ou praticar mergulho livre (snorkel) ao lado de peixes grandes e pequenos de várias espécies.

O horário de entrada ao atrativo é das 08:00hs às 15:00hs. Saída até às 17:00hs.

A duração média do passeio é de 4 horas e o valor do ingresso custa R$35,00. O almoço também custa R$35,00 por pessoa, mas é necessário reservar com antecedência. Valores de setembro/21.

Dicas para organizar a sua viagem para a Chapada dos Veadeiros

A alta temporada na Chapada dos Veadeiros ocorre entre os meses de maio e setembro, período em que praticamente não chove na região. Algumas atrações só podem ser visitadas nesta época. Em contrapartida, parte das cachoeiras e piscinas naturais ficam secas ou com pouca água, especialmente no terceiro trimestre do ano. 

Já no período de chuvas, atrativos ficam sujeitos a cancelamento repentino das visitações e o risco de cabeças d’água aumenta, podendo causar acidentes fatais quando as orientações e sinais são ignorados pelos visitantes. 

Atualmente as cidades da Chapada dos Veadeiros não oferecem aplicativos de transporte (Uber, 99) e algumas delas nem mesmo são atendidas por empresas de ônibus convencionais. Grande parte das pessoas opta por deslocar-se até Brasília e então alugar um carro para continuar a viagem. Uma empresa de ônibus opera o trecho Brasília – Alto Paraíso de Goiás, mas não é possível alugar carros na Chapada dos Veadeiros. Outras alternativas são os transfers e aplicativos de carona.  

Na Chapada dos Veadeiros, cachoeiras e trilhas encontram-se fora de áreas urbanas e as estradas de acesso são de terra, sendo que parte das vezes é possível chegar até elas apenas com veículo 4×4. Para quem não estiver de carro próprio ou alugado, as opções disponíveis para deslocar-se até as atrações são: táxi e mototáxi, carona ou contratação de guia de turismo com veículo.  

Importante ressaltar que algumas atrações só podem ser visitadas com acompanhamento de guia de turismo habilitado. Em casos específicos, guias nativos da comunidade kalunga, como a Cachoeira Santa Bárbara que fica na cidade de Cavalcante. 

A criação de um roteiro com pesquisa detalhada sobre os locais que se deseja visitar é fundamental para tornar a viagem mais proveitosa e tranquila. 

LEMBRE-SE! A preservação das belas paisagens do cerrado goiano e de outros patrimônios naturais é responsabilidade de todos, por isso siga as orientações do local visitado, respeite a fauna e flora e não deixe na natureza o que a ela não pertence: seu lixo. 

Hospedagem em Alto Paraíso de Goiás: Casa do Guardião Suítes 

Guia de turismo nativo da comunidade Kalunga: Alvaní Torres

Siga Click na Viagem no Instagram, confira os registros e acompanhe tudo em tempo real!

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de dar uma sugestão? Deixe seu comentário! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *